quinta-feira, janeiro 22, 2009

Tenho andado...

por aqui, entre outras coisas, a falar do "melhor do mundo" que pelos visto parece que é também "intocável": era só o que faltava!

3 Comments:

Blogger Melga said...

"Fada "


Tua figura suave
delicada
nem parece que vive, parece bordada,
- como a boneca de seda de um desenho
de uma antiga almofada
que eu tenho...

Teus gestos, teus embaraços
fazem lembrar finos traços
de uma filigrana,
e tão frágeis me parecem, tuas mãos, teus braços,
que nem sei se és de carne ou se és de porcelana...

Bonequinha de louça
linda moça,
tua alma é um fio de seda, estou bem certo,
e a minha imaginação
criou para o teu destino uma lenda encantada:

- jura que tu fugiste de algum livro
e que eras a ilustração
de uma história de fada !


( Poema de JG de Araujo Jorge extraído do livro
"Os Mais Belos Poemas Que O Amor Inspirou"
Vol. I - 1a edição 1965 )

....pois é, o pior é que as fadas também se enganam no caminho... mas na apreciação efectuada ao CR estamos de acordo, pena que uns esbanjem o que outros nunca poderão ter...são sortes, aí vai ser preciso encontar uma fada madrinha...
rápidas melhoras

11:14 da tarde  
Blogger Eterna Descontente said...

Que bonito poema! Obrigada, pelo presente e pelos votos de melhoras :-)

12:15 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Elimine o ruído à volta. Veja para além do que vê, e fixe o trilho que marca o Caminho que a leva a Casa.

Um beijo,
T.

11:03 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home