quarta-feira, junho 25, 2008

Eu não posso ser normal!

© Foto: ? / Na foto: Eva Herzigova

Enquanto a maior partes das pessoas, quando ingere álcool em saídas nocturnas, se deita às quinhentas e, depois raciocínios mirabolantes e façanhas extenuantes, acorda a horas impróprias, ressacada, improdutiva, completamente fora da rotina dos comuns mortais, sendo o intuito de tal acto, tantas vezes, exactamente esse; eu, noctívaga perfeita, anti-madrugadora, bebo um copo a mais e aterro na cama às duas da manhã, sem memoráveis discursos nem feitos, para despertar às seis, com o cantar do galo imaginário, fresca que nem uma alface, pronta para trabalhar e, pior ainda, cheia de vontade de o fazer!

2 Comments:

Blogger M. said...

ès a primeira pessoa que ouço dizer que as bebedeiras produzem realmente algum efeito positivo....;)

8:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Claro que produzem! Mas afinal não é verdade que é preciso cair para nos podermos levantar?

Pois bem, as bebedeiras sempre nos ajudaram a cair, que nem tordos, por vezes.

T.

9:38 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home