quinta-feira, março 05, 2009

O rescaldo do Fantasporto 2009

Paul Schrader e Wim Wenders / © Sofia Bragança Buchholz

Com alguns dias de atraso, venho fazer o rescaldo do Fantas 2009.
Conforme tinha previsto, os últimos dias foram os mais entusiasmantes, repletos de vedetas, conferências de imprensa e eventos interessantes. Particular destaque teve a sessão de encerramento que, ao contrário do que acontecera na noite dos Óscares, contou com a presença massiva da organização e de um leque recheado de convidados notáveis. Destacam-se Wim Wenders, Paul Schrader e José Fonseca e Costa que estiveram presentes para receber os Prémios de Carreira. Este último, fez ainda questão de levar consigo um amigo especial – Paulo Pires – que quis chamar ao palco quando lhe foi entregue o galardão. Presentes estiveram também o sul coreano Phil-Sung Yim que venceu o Prémio Especial do Júri na Secção Oficial de Cinema Fantástico e o Prémio Melhor Filme Orient Express nesta categoria e a espanhola Macarena Goméz que arrecadou o prémio de Melhor Actriz com o filme SexyKiller. Esta foi protagonista de um dos momento de humor quando, perguntando ao júri presente quem tinha votado nela, ameaçou atirar um vistoso sapato encarnado a quem não o fizera.

Macarena Gómez / © Sofia Bragança Buchholz

Mário Dorminsky teve a seu cargo o discurso final, reforçando que, apesar de 2009 ter sido o ano em que o festival menos apoios económicos recebeu, foi o que mais filmes teve em competição e exibição e em que mais convidados importantes do cinema estiveram presentes. O Fantasporto 2009 cresceu também cerca de 25% em público, bem como em popularidade. Estima-se que 70 mil pessoas afluíram ao festival deste ano, com cerca de 50 mil espectadores pagantes.
O director do Fantas deixou ainda algumas pistas para a 30ª edição do Festival Internacional de Cinema do Porto – Fantasporto que decorrerá de 26 de Fevereiro a 6 de Março de 2010 e que fará a ligação entre o cinema e a ciência robótica e homenageará o realizador Luís Galvão Teles que também esteve presente na cerimónia.

Mário Dorminsky / © Sofia Bragança Buchholz

Depois de uma agradável tertúlia e repasto com os restantes 31s destacados para a cobertura do congresso do PS em Espinho, fui ainda espreitar o famoso “Baile dos Vampiros” onde os Clã actuaram, num concerto com encores sucessivos, tão divertidos como a audiência. Divertido foi também ver entre esta, Mário Dormisky de cara pintada, a provar que, afinal, a organização também se envolveu com o público, ao contrário do que critiquei aquando dos Óscares.

Clã / © Sofia Bragança Buchholz

A noite acabou já a aurora começava a romper, com a promessa de que haveria ainda mais filmes premiados para ver e, apesar destes – “Idiots and Angels” e “Eden Lake”, nomeadamente, – na minha opinião, estarem longe de ter sido o melhor que este Festival já premiou nos seus quase 30 anos de existência, valeu a pena estar presente e fazer esta cobertura. Espero, sinceramente, que tenha sido do agrado dos leitores do 31 da Armada e também do vosso.


PS: Criei uma galeria de fotos aqui. As fotografias estão colocadas do acontecimento mais recente para o mais antigo.

[Originalmente postado aqui]

4 Comments:

Anonymous António Pais said...

Boa reportagem fotográfica. Era por uma reportagem deste género, e algo mais, que eu esperava no 31.

9:39 da tarde  
Blogger Eterna Descontente said...

Obrigada, António :-)
Eu postei esta reportagem no 31 da Armada. Só depois a coloquei também aqui.

4:31 da manhã  
Blogger José M. Barbosa said...

Pois ...

7:53 da manhã  
Anonymous António Pais said...

Eu sei Sofia, só depois de ver aqui é que vi no 31.
Fico à espera de mais sobre outros assuntos, no 31 e aqui... bom, aqui temos os seus contos: "Gostar de ti", "Como a outra" e "Gostar de ti(II)". Retratos que às vezes são espelhos.
Bom Fim-de-semana.

6:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home